Warning: Undefined variable $awgLRd in /home/storage/9/ed/36/oliveirafreitas2/public_html/wp-includes/class-wp-scripts.php on line 1
Vulnerabilidade dupla – Idosos que cuidam de idosos - Oliveira Freitas

Vulnerabilidade dupla – Idosos que cuidam de idosos

Com envelhecimento da população brasileira, cresce número de familiares que cuidam de idosos. Estamos preparados para esta complexa atividade?

Segundo informações contidas no site da agência de notícias do IBGE, https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/, o número de familiares que se dedicavam a cuidados de indivíduos de 60 anos ou mais saltou de 3,7 milhões em 2016 para 5,1 milhões em 2019.

A Organização Pan-americana de Saúde aponta que o número de idosos que necessitam de cuidados especiais irá triplicar nas próximas três décadas em todas as américas. Aqui no Brasil os cuidados são basicamente realizados por familiares sem a devida experiência e instrução formal, gerando reflexos negativos na saúde física e psicológica no próprio cuidador.

O fato é que a população está envelhecendo rapidamente e, não raro, vemos idosos cuidando de idosos e pessoas sem nenhum preparo técnico fazendo o papel de cuidador. Pesquisas do IBGE apontam que o maior percentual de pessoas que cuidam de idosos está na região nordeste, destacando-se, também, o Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, onde se concentram as maiores proporções de idosos na população.

A população idosa tende a crescer no Brasil nas próximas décadas, como aponta a Projeção da População, do IBGE, atualizada em 2018. Segundo a pesquisa, em 2043, um quarto da população deverá ter mais de 60 anos, enquanto a proporção de apenas jovens até 14 anos será de penas 16,3%.

A mesma pesquisa aponta que monitorar ou fazer companhia dentro do domicílio (83,4%), auxiliar nos cuidados pessoais (74,1%) e transportar ou acompanhar para escola, médico, exames, parque, praça, atividades sociais, culturais, esportivas ou religiosas (61,1%), são as principais atividades requeridas pelos idosos.

As mulheres continuam sendo as que se dedicam mais, quase o dobro de horas, nos afazeres e cuidados das pessoas. A maior parte dos cuidadores familiares são mulheres que sacrificam suas próprias atividades para cuidar de familiares idosos, enfrentando verdadeira estafa mental e física.

Além dos altos custos para se manter profissionais cuidadores para idosos dependentes, outro fator que desafia esse novo cenário é que as pessoas que se dedicam aos cuidados de pessoas idosas não têm preparo e conhecimento técnico para atenderem todas as necessidades que seu familiar exige. Instituições de Longa Permanência para Pessoas Idosas podem ser uma alternativa interessante para o melhor cuidado da pessoa idosa, mas grande parte das famílias não possuem recursos financeiros suficientes para contratar bons serviços. O que fazer?

Não existe uma resposta simples. O que podemos constatar é que as famílias não estão preparadas para enfrentar tal desafio, seja psicologicamente falando, financeiramente e até mesmo em termos de disponibilidade de tempo dos parentes para atenderem as necessidades básicas de uma pessoa idosa dependente.

Faz-se necessário a busca de informações de profissionais que possam instruir as famílias sobre os cuidados básicos da pessoa idosa, estrutura nas residências para evitar acidentes domésticos, alimentação, rotinas com medicamentos, entre outros assuntos, visando um verdadeiro plano de gestão que possibilite uma vida digna para a pessoa que está sendo cuidada e condições menos sobrecarregadas para quem assume a condição de cuidadora familiar.

Diante da necessidade de cuidar de uma pessoa idosa que seja dependente de uma cuidador, sugerimos que a família busque orientação profissional de um (a) gerontólogo (a) ou serviço especializado em tais cuidados para estudar melhor alternativa e buscar o conhecimento das necessidades básicas de quem será cuidado. Não é demais lembrar que o (a) cuidador (a) familiar, que irá gerenciar o dia a dia, precisará estar atento (a) para a sua própria saúde física e mental, pois caso contrário poderá enfrentar fadiga, ansiedade, depressão e até mesmo conflitos familiares.

Por fim, sugerimos assistir esse programa para enriquecer ainda mais a reflexão: https://zcu.io/q5z3

Autor: Dr. Mauro Moreira de Oliveira Freitas – Sócio da Oliveira Freitas Advogados e Presidente da Abracs – Associação Brasileira do Cidadão Sênior.

Consultoria On-Line

1

Preencha com seus dados pessoais e escolha uma data e horário para o seu atendimento on-line. Indique o canal pelo qual você prefere receber nossas mensagens (WhatsApp ou e-mail) 

Nosso escritório dará retorno, confirmando seu agendamento, instruções de acesso à plataforma, forma de pagamento dos honorários e envio da Nota fiscal.

2
3

No dia e horário agendado, mediante confirmação do pagamento* e dados do cliente, será realizada a consulta on-line pela plataforma da sua escolha, mediante envio do link de acesso até 10 minutos do início. Pedimos especial atenção ao horário de início e término da sua consulta!

*O pagamento poderá ser feito por PIX ou transferência Bancária para a conta do escritório Oliveira Freitas Advogados (DF), com envio de Nota Fiscal eletrônica em até 5 dias após a consulta. OLIVEIRA FREITAS ADVOGADOS – CNPJ: 20.229.303/0001-98 – Banco do Brasil – 001 – Agência: 1231-9 – Conta Corrente: 145.243-6 – (PIX) CNPJ: 20.229.303/0001-98 – Para sua maior segurança e nosso controle, envie o comprovante de depósito para (061) 999152810 (WhatsApp).

Consulta Direito da Pessoa Idosa On-Line

Com a flexibilidade para escolha de datas e horários, você pode agendar uma consulta jurídica conforme melhor conveniência e dentro da nossa disponibilidade de atendimento, economizando tempo, gastos desnecessários e deslocamentos. Nossa comunicação é simples e fácil de estabelecer, geralmente ocorrendo por meio de videochamadas, o que garante um atendimento mais ágil e eficiente, ou mesmo por simples ligação telefônica, caso não disponha de equipamento de vídeo ou prefira apenas teleconferência.
Conte com nossa equipe de especialistas experientes e com qualificação diferenciada em Direito da Pessoa Idosa, independentemente da sua localização. Aproveite a praticidade das novas tecnologias e a eficiência da consultoria jurídica online que pode conectá-lo (a) a quem entende e atua com direito da pessoa idosa, conflitos familiares, obrigações, direitos de cuidadores/empregados domésticos, e Instituições de Longa Permanência.

Nossa hora técnica: R$ 450,00 (quatrocentos e cinquenta reais)

Duração da consulta: mínimo 1 (uma) hora.

Agendamento: Até 24 horas antes do dia e horário disponíveis para atendimento. Cancelamento até 48 horas antes do atendimento agendado, sendo possível ajustar uma nova data. Não serão devolvidos valores pagos pela consulta em caso de não comparecimento ou mais de um cancelamento. 

Plataformas Utilizadas: Facetime, Skype, WhatsApp, Teams, Google Meet, Zoom entre outros.

Ainda tem dúvidas? Entre em contato via WhatsApp!

Agende Agora

Quem participará da consultoria?

Qual plataforma de preferência?
Primeira vez ou retorno?
Sugestão de Data
Sugestão de Horário
Canal de Comunicação Preferido
Dados para a Nota Fiscal

O pagamento poderá ser feito por PIX (CNPJ: 20.229.303/0001-98) ou transferência Bancária para a conta do escritório Oliveira Freitas Advogados, com envio de Nota Fiscal eletrônica em até 5 dias após a consulta.